quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

HA HA HA

Fazia tempo que eu não ria tanto assistindo um comercial na TV.
Aliás, o uso do humor na propaganda se tornou tão usual, que virou quase um clichê. E quem perde somos nós, espectadores, que recebemos cada vez menos graça.
Nesse caso, é diferente. Graça é o que não falta.

E pra melhorar, adoro o produto anunciado.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

PÉROLAS DE MARINA

Subindo as escadas do prédio, chegando em casa:
"Mãe, sabe o que é uma escada? É o chão em zigue-zague."

Saindo de casa para a apresentação de fim de ano da escola, eu já com a porta aberta, esperando por ela, que diz ter esquecido algo e pede pra eu esperar:
Eu: O que tu vai fazer, filha? Estamos atrasadas! Anda logo!
Ela, voltando de bolsa e colar: Tá, eu só fui "completar o visual".

No restaurante, após esvaziar o paliteiro, fazendo bonequinhos com os palitos:
"O Hugo (dono do restaurante) vai surtar comigo!"

"Jesus, Deus e Papai Noel são trigêmeos."

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

SHUT UP

Por que será que as melhores sensações são as mais difíceis de explicar?

Quando digo felicidade, me sinto exagerada...
Contente, acho pouco...
Bem... me sinto bem... mas também me parece menos do que realmente é.

O melhor a se fazer é não tentar explicar nada. E sentir tudo.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

RIA DEPOIS DE VER

Fomos assistir "Burn after reading", dos irmãos Coen. Como sempre, não me decepcionei e dei boas risadas. Aliás, desde sexta-feira rio sozinha quando lembro de algumas cenas, em especial as do Brad Pitt.
Divertido, inteligente, incomum e bem amarradinho. Recomendo.
Pra quem se interessar, trailer abaixo.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

sábado, 22 de novembro de 2008

BOAS SURPRESAS

Nessa semana tive duas experiências novas e interessantes, que vão para as gavetas da memória.

Ir à um jogo de futebol quase fazia parte do meu imaginário, já que tinha ido uma vez só. Vez essa que nem dá pra considerar. Mal lembro qual era o time adversário e não faço idéia da escalação, do resultado, nada. Parece que abduziram essas informações da minha mente.

Pois bem, quarta passada tive minha segunda experiência no estádio e posso dizer que renovei todas minhas energias, tamanha a vibração que tem naquele lugar. Forte. Contagiante. Vermelho.

E ontem estive num evento que acontece todos os anos, mas que eu nunca tinha ido. Dessa vez fui. Cheio de gente bonita, jantar delicioso, bebida à rodo, animado..nota 10! Bem melhor do que eu imaginava em todos esses anos de propaganda.

Bom quando nossas expectativas são superadas.

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

BREAK

Não é por acaso que se concede férias após um ano de trabalho.
Este blog completou um ano e está cansado.

Tenho aparecido pouco por aqui. E pior: não tenho inspiração para escrever. E não é por falta de tentativa, posts rascunhados é o que não faltam. Não os publico porque acho que faltam emoção e graça neles.

Bom, não sei bem o que quero dizer com tudo isso. Tenho receio de me despedir e amanhã ou depois acordar com a mente brilhante....

Volto, as soon as possible.

sábado, 25 de outubro de 2008

LOOPING

Nunca gostei de esportes radicais que envolvam velocidade. Não me faz bem, não me dá prazer. Em parque de diversões, idem. Fujo até de roda gigante, nesse caso não pela velocidade, que não tem, mas pelo girar. Fico tonta, enjôo.

Mas hoje andar em uma montanha russa me faria bem, tenho quase certeza.

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

MARINA SMART

Sempre soube que minha filha tem um senso de estética apurado e um olhar especial que detecta aquilo que é bom, de qualidade. O que pode se traduzir em bom gosto (tá, eu sei que toda mãe deve achar isso dos seus rebentos!! E eu não sou uma exceção!).

Mais uma vez comprovei essa percepção: ela não troca desenho nenhum do Discovery Kids ou Cartoon Network por Agente 86. Sim!! O original Maxwell Smart e a Agente 99! Muito bom! Tá passando à noite, no Nickelodeon.

É ou não é o máximo essa pequena?


* E o bom é que mamãe também se diverte. Adooooro!

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

ANOS 80 NA VEIA

Ontem à noite tive um momento túnel do tempo.
Em meio à saborosas cervejas Helles e ótimo papo, de repente ouço, ao fundo, uma voz muito familiar, que há muito tempo eu não escutava.

Meu cérebro meio que parou de prestar atenção na conversa e congelei.
Adoooro!

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

SHIN SHUN SHAI

Retornar às origens não deve ser fácil. Ainda mais depois de um tempão longe. Deve dar um nó na cabeça. Pensando assim me sinto mais conformada e aliviada com o fato de meu pai ter me ligado agora há pouco, do outro lado do mundo, falando comigo em chinês. Sendo que eu não entendo outra língua que não seja o português ou inglês.

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

MEUS DOIS VELHINHOS

Al Pacino estrelando e uma das minhas músicas top ten ao fundo.
Certo que vou conferir.

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

IDAS E VINDAS

Hoje meu pai embarcou rumo à China. Relação pai e filha, teoricamente, deve ser próxima. E Brasil-China, não só teoricamente, mas sim em todos sentidos, tem uma grande distância entre si.

É de se pensar.

Bom, o que sei é que estou indo rumo ao aeroporto novamente. Bem feliz.

sábado, 4 de outubro de 2008

LOVE IS NOISE, LOVE IS PAIN

Minha mais recente paixão musical.
Não consigo ficar parada quando ouço.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

TEMPO


Uma semana tem 7 dias.
Um dia tem 24 horas.
Uma hora tem 60 minutos.
Um minuto tem 60 segundos.

E enquanto eu escrevo, o tempo encurta...

domingo, 28 de setembro de 2008

B-DAY


Primeiro ano de vida deste blog. Hoje.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

MEME 4 X 4

Carol Café e Papo me convidou para participar do meme abaixo.
Seguem as respostas, amiga.

*Quatro trabalhos que tive em minha vida:
Vendedora de loja de CD
Assistente de RH
Planejamento em agência de publicidade
Atendimento em agência de publicidade

* Quatro lugares em que vivi:
4 X Porto Alegre

* Quatro Programas de tv que assistia quando criança:
Sítio do Pica Pau Amarelo
Desenhos vários
Os Waltons
Daniel Boone

* Quatro programas de tv que assisto:
Quase não assisto TV, mas quando rola:
ER
Saia Justa
Brothers & Sisters
Desenhos do Discovery Kids

* Quatro lugares em que estive e voltaria:
New York
Chile
Amsterdam
Barcelona

* Quatro formas diferente que me chamam:
Ale (com as variações Alê e Ali)
Chang
Anjinha
Baby

* Quatro pessoas q te mandam correios quase todos os dias:
radar55
Coletiva
Clientes vários

* Quatro comidas favoritas:
filé com fritas
spaguetti
shimeji
camarão à milanesa

* Quatro lugares em que gostaria de estar agora:
New York
Fernando de Noronha
Rio de Janeiro
numa clínica de massagem

* Quatro coisas que espero que esse ano eu possa:
Continuar algo que está muito bom
Ter um Natal feliz
Reformar a cobertura
Zerar dívidas

* Quatro amigos para responder:
Carina

Eve

venuss

Eva

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

LÁ E CÁ


Em 24 horas:
Ora contente, esperançosa, realizada, feliz!
Ora preocupada, ansiosa, angustiada, triste.

Essa sou eu.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

BULLSHIT

Há quem diga que demonstrar sentimentos é sinal de fraqueza.

Cada vez discordo mais disso.

sábado, 20 de setembro de 2008

MEU MUNDO E NADA MAIS

Se me dissessem que um dia eu me emocionaria de me arrepiar ao ouvir Guilherme Arantes, eu não acreditaria.
Na voz de Adriana Calcanhoto, ao vivo, isso foi possível.

Excelente o show dela. Virei fã.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

SENTIDO

Acredito que as coisas acontecem na hora certa. Não acreditava, mas de uns tempos pra cá, fui convencida disso.

O fato de eu estar trabalhando até tarde e estar com a mente bem ocupada com assuntos profissionais ultimamente é totalmente pertinente. Pelo menos nesses dias.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

BLUE MONDAY

Nada como uma boa notícia, segunda-feira, logo de manhã.

Boa semana à todos!


E outra boa notícia, logo no início da noite. Muito bom!

Boa noite à todos!

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

A FRUTA NÃO CAI LONGE DO PÉ


Assisti "A culpa é do Fidel".

Como sempre, me sensibilizo muito com tudo o que envolve a América Latina e é tratado de maneira delicada e poética, como neste caso. O filme se passa na França e a protagonista, uma menina de 9 anos, é francesa, filha de pai espanhol. Porém é o cenário político dos anos 70, no Chile, que transforma a vidinha dela.

De repente a casa confortável transforma-se em um apartamento apertado, as comidas ficam esquisitas, a aula de catecismo no colégio de freiras é inadequada, e por aí vai... tudo isso porque os pais decidem mudar de vida, abraçando a causa chilena, apoiando Salvador Allende. Na visão dela, tornam-se "barbudos".

O tecido xadrez, que é o mesmo da bermuda do menino e da saia da menina, que me fazem imaginar a origem das roupas, ou o balanço de madeira com cordas, entre outros, são detalhes que me tocam.

E para arrematar, a direção do filme é de alguém chamado Julie Gavras. O sobrenome explica tudo. E justifica o título deste post.

terça-feira, 9 de setembro de 2008

PONTO DE VISTA

Tem sentimentos que são diretamente relacionados à tristeza.

Com saudade é assim.
Tudo que se escreve, se canta e se diz sobre ela traz junto lágrimas, melancolia, dor...

Eu acredito que saudade pode ser bom. Pode ser fortalecedor.

Escreverei sobre isso de novo, caso eu mude de idéia.
Tenho um bom tempo pela frente pra testar essa minha crença.

domingo, 7 de setembro de 2008

LOVE FOOD

Não sou a melhor amiga do fogão, nem das panelas, mas quando preciso e estou a fim de cozinhar, até que me viro direitinho.

Hoje, coisa rara, fiz almoço e jantar aqui em casa. No cardápio, nada muito rebuscado, obviamente (essa é a vantagem de cozinhar para uma criança de 5 anos, cujo paladar ainda não permite ver diferença entre um Miojo e uma Barilla): massa penne com frango no almoço e sopa de capelletti no jantar. Com a temperatura gelada que está fazendo por aqui, nada melhor.

Ainda mais quando o ingrediente principal que se põe é amor, conforme pedido da cliente.

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

SINGING IN THE RAIN

Hoje o clima está na contramão do meu estado de espírito.
Chove bastante e está um friozão, já quase fora de época.

E eu me sinto quentinha, protegida e com sensação de que tudo vai bem.

Um Gene Kelly de saias!

Espero contagiar São Pedro.

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

CUORE

Assim.

E assim.

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

JUST DO IT

Uma enquete rápida:

O QUE SATISFAZ MAIS?

Ajudar alguém ou ser ajudado?
Dar ou ganhar presente?
Dar ou receber uma boa notícia?
Comer bem ou cozinhar uma boa refeição?

Não precisam responder. Refletir sobre isso já basta.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

HAIRCUT

Três pás cheias.
Cabeça mais leve.

Cortei o cabelo hoje. Adorei.

SUNNY DAY

Recheios de um dia de semana feliz:

Sol.
Planos.
Supermercado ao meio-dia.
Sopa de feijão no calor.
Mal-entendido.
Risadas.
Mais planos.
Dedicação.
Bons momentos.
Descobertas.
Mais risadas.
Sentimentos.
Prazeres.
Sonhos.

terça-feira, 26 de agosto de 2008

TOLERÂNCIA 10

Meu dia hoje:

7h30: percebo que o despertador não tocou às 07h00, como deveria. Tudo bem, é só fazer tudo um pouco mais rápido do que o normal.

7h55: faltam cinco minutos pra começar minha terapia e a pessoa que fica com minha filha ainda não chegou, conforme deveria. Tudo bem, ligo pra ela, que se enganou de dia e está bem pertinho. Meu atraso não é dos maiores.

12h05: intervalo para o almoço e mais algumas 100 coisas que costumo fazer nesse tempo. Como faço diariamente, vou tirar meu carro da garagem, que está preso por um outro atrás. Ok, a gente pede pra tirar, como já fiz várias vezes. Pena que o dono do carro saiu e levou a chave consigo. Ligamos pra ele, que informa que vai levar mais um tempo para chegar. Então tá, pego uma carona até em casa, depois um taxi pra resgatar o carro, levo a Marina na escola e volto pro trabalho. Mais uma vez, tudo bem. Só alguns minutos a mais no trânsito, uma despesa com taxi e uma praguejada rápida (sim, tenho sangue correndo nas veias).

Tem dias que parece que nossa tolerância e grau de irritabilidade estão sendo testados.

O bom é que passei no teste, meu bom humor e leveza superaram os acontecimentos inesperados. Posso trocar meu nome para Polyana. E uma boa música bem alto num dia de sol ajudam muito.

Pelo menos até agora, afinal o dia ainda não acabou.

domingo, 24 de agosto de 2008

STATE OF GRACE

Me peguei agora me questionando sobre o que é estar em "estado de graça".
Tirando o sentido religioso da expressão, que é carregada dele, creio que tem a ver com plenitude, com sensação de que tudo na vida vai bem, e, principalmente de que atos e sentimentos antes inexistentes ou pequenos, ganham vida e importância.

Tenho certeza de que a medida de um e outro varia muito, ou seja, estado de graça pra mim pode não ser nada para outros, que tem valores diferentes.

Bom, filosofias à parte, me sinto em estado de graça. O meu estado de graça. E isso é o que importa.

Para informação, extraída da Wikipédia:
Estado de graça. Assim se chama o estado da pessoa que, pela graça santificante, vive na amizade de Deus e, se nela morrer, vai para o Céu.
Graça é um favor imerecido.

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

BOAS BOBAGENS

Respostas cretinas para perguntas imbecis.
É o nome de um livrinho, oriundo da revista Mad, que infelizmente não existe mais (e deixa muitas saudades) e é muuuito bom. Lembro que era formato pocket book, teve várias edições, mas a que eu gostava tinha a capa verde escura, se não me engano.

Conversando com um amigo agora, lembramos disso.

Perdi o meu, mas adoraria tê-lo de novo.

Alguém aí sabe onde consigo um?*

* só não vale dar resposta cretina

EMOÇÕES OLÍMPICAS

Chorei agora há pouco acompanhando a Maurren Maggi no pódio recebendo a medalha de ouro.

Gritei, bati o pé e o anel na mesa, torcendo muito para os meninos do vôlei, garantindo a prata contra os italianos bonitões. 3X1. Ufa! Agora é correr atrás do ouro!

Sofri ontem, ao saber da derrota das meninas do futebol. Pena, elas merecem e precisam de reconhecimento.

E amanhã tem a final do vôlei feminino, ai, ai, ai!

Demorou, mas o espírito olímpico tomou conta de mim.

terça-feira, 19 de agosto de 2008

MARINA CHAGALL


É ou não é uma artista?

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

ECO


Constatação: o verde faz muito bem aos olhos, à alma e ao coração.

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

MY GIRL

Fico impressionada com a velocidade com que nossas crianças crescem. Não só em altura, mas em maturidade. Passei mais ou menos 30 horas longe da minha filha de 5 anos, de ontem pra hoje.

Aí quando nos reencontramos, percebi um olhar diferente, mais apurado, não sei explicar. Coisa de mãe.

E no carro, enquanto conversávamos sobre o dia, as últimas novidades, etc, ela me larga, após eu fazer uma pergunta: mãe, isso foi ontem. Helloooooo!

Quase morro de tanto rir com a entonação do helloooo!!

Momentos depois, saindo do banho, ela cantarola uma música (que eu desconheço) e me diz que é da Avril Lavigne. Detalhe: a pronúncia do nome da cantora teen é perfeita.

É assustador e encantador ao mesmo tempo.

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

DIA DE FÚRIA

Quem me conhece bem, sabe que sou uma pessoa relativamente calma. Tenho bom senso, sou tolerante. E essas mesmas pessoas que me conhecem bem, sabem que quando me irrito, saio do sério. E algumas situações propiciam esse desvio de comportamento. Uma delas é injustiça. Fico louca com injustiça.

Uma outra é impecilho imposto. Dificuldade em realizar processos por culpa de terceiros, incompetentes.

Hoje praguejei até a última geração da família Setúbal. Leia-se os donos do Banco Itaú, do qual sou correntista há muito tempo.

Odeio o itoken!!! Odeio os funcionários "emprestados" que não tem poder de realizar procedimentos importantes! Odeio banqueiros ricos! Aliás, existe algum que não seja?

Pronto, falei, desabafei. Nunca tinha usado esse espaço pra falar mal de alguma instituição. Sempre tem a primeira vez.

Boa noite à todos.

domingo, 10 de agosto de 2008

PLUMA

Palavra de ordem do dia, da semana, do mês e quem sabe, do ano: leveza.

terça-feira, 5 de agosto de 2008

TIMELESS

Não costumo reclamar muito de falta de tempo, como 10 entre 10 pessoas hoje em dia. Mas tem dias em que os sintomas são claros:

- falta disso e daquilo em casa, porque ir ao supermercado tornou-se praticamente uma tarefa de gincana;
- conta atrasada, já que meu cérebro não teve tempo de processar que o dia 5 chegou;
- telefonema da administradora do condomínio, repassando queixa da faxineira do prédio, do qual sou síndica, que ela não tem produtos de limpeza. Porque EU não comprei.
- olheiras, olho vermelho, corpo dolorido e raciocínio lento, porque não tive mais do que 3 horas de sono na última noite;
- sensação muito forte de que hoje é segunda-feira;

Pronto, falei. E amanhã tudo volta ao normal. I hope so.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

ESSÊNCIA

Ontem um amigo me disse que quando eu fui "criada", devem ter cometido um erro, já que colocaram uma alma de maloqueira num corpo de moça fina, classuda.

Ha ha ha!!
Com certeza esse comentário entrou pra minha lista de melhores elogios que já recebi.

quinta-feira, 31 de julho de 2008

WELL

Se eu tivesse que traduzir o dia de hoje em uma palavra, essa palavra seria BEM.
:)

segunda-feira, 28 de julho de 2008

SPEED

Hoje o dia parece estar se arrastando.

Pode ser por causa da umidade.
Ou da "ressaca" pós domingo chuvoso...

Ou então pela falta de sincronicidade entre o tempo real e a velocidade dos meus pensamentos.

sábado, 26 de julho de 2008

ANIVERSARIANTE DO DIA


Quando eu crescer, quero ficar assim.
Toda enrugada??!!! Ha ha ha!!

Parabéns, bonitão!

quinta-feira, 24 de julho de 2008

BEST OF

Tu é muito boa mãe.
Ouvi isso agora há pouco.

Pode isso? Quer elogio maior, melhor e mais maduro do que esse, vindo de um ser de 5 anos, que não por acaso, foi gerado por ti?
Não pode haver declaração melhor.

Luv u, filha.

:) :(

Sou mestre em disfarces. Não estou falando sobre mudar de aparência física, não é isso. Me refiro à emoções. Ninguém, a não ser aquelas pessoas que me conhecem melhor do que eu mesma (que são poucas), percebe quando estou transbordando de felicidade. Ou de tristeza.

Mas o que importa é que eu sei. Eu sinto.

Muito prazer.
Auto é meu nome.
E controle é meu sobrenome.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

MATINÊ

Quero muito assistir "O escafandro e a borboleta". Queria ir hoje. Mas como uma assalariada que cumpre horário, como eu, faz pra ir ao cinema nas sessões das 14 ou das 19h?
A resposta é: assalariados vão ao cinema no fim de semana.

Mas e quando há um forte palpite de que esse filme vai sair de cartaz nessa sexta-feira?
Droga!
A resposta é: DVD.

terça-feira, 22 de julho de 2008

COISA COM COISA

Muito sono.
Muita sede.
Sinapses trabalhando a milhão...

E pra tornar o dia ainda mais incomum, o Fernandão (peixe) se mudou e saiu da minha mesa de trabalho.
E minha mesa não é a mesma de ontem.

E tá tudo ótimo!

domingo, 20 de julho de 2008

TUDO DE BOM NA VIDA



Amizade. Existe algo melhor?

Feliz dia do amigo!

sexta-feira, 18 de julho de 2008

MEME

Cá estou eu, respondendo ao meme que fui convidada a participar, pela querida colega blogueira venuss, do Calçolas.
Confesso que tive dificuldades em selecionar 8 coisas que sonho fazer antes de morrer.
Com certeza devo ter deixado pra trás mais umas 8, no mínimo. Até porque pretendo morrer bem velhinha, o que me dá mais tempo de realizar sonhos!

Tá, taí o short list:

- encontrar algo que procuro muito
- voltar ao Chile
- conhecer Fernando de Noronha
- conhecer Madrid
- aprender espanhol
- assistir mais um show dos Rolling Stones
- ter uma casa na Praia da Barra, em Garopaba, SC
- comemorar a cura do câncer

Meus convidados: Carol, Luciano, Menina de óculos, Carina, Lu Borba, Dani, Annix e Nonô.

Uma das regras é "mencionar as regras", então aí estão elas:

1) Escrever uma lista com 8 coisas que sonhamos fazer antes de morrer;
2) Convidar 8 parceiros(as) de blogs amigos para responder também;
3) Comentar no blog de quem nos convidou;
4) Comentar no blog dos nossos(as) convidados(as), para que saibam da "intimação";
5) Mencionar as regras.

* alguém sabe me explicar o que significa meme?

quinta-feira, 17 de julho de 2008

GOOD VIBES

Nada como um sonzinho agradável como esse pra expressar um estado de espírito: leve e contente.


Mixwit

terça-feira, 15 de julho de 2008

BALANÇA

Nunca esqueço quando, no início da faculdade, naquele primeiro semestre básico tive uma cadeira chamada Lógica e Metodologia. O nome nada atrativo e meio apavorante, reservava surpresas, pelo menos pra mim. Adorei a matéria e aquele livrinho lilás que tínhamos que estudar. E se não me engano, tirei nota 9 na média final. Nada mal.

Acho o raciocínio lógico muito útil em todas nossas ações, das mais simples às mais elaboradas.

Contei tudo isso pra justificar minha chateação e meu braço doendo porque o empacotador do supermercado em que estive agora colocou, nada mais, nada menos do que seis garrafas long neck e dois sucos embalagem longa vida, tudo junto, na mesma sacola. E na outra, duas maçãs. Only.

Levando em conta que eu tenho menos de 60 quilos e levava uma criança pela mão, ele podia ter um pouco mais de senso de equilíbrio né? E um pouco mais de raciocínio lógico. Se é que esse tipo de raciocínio permite meio-termo. Acho que não.

domingo, 13 de julho de 2008

FAMILY ISSUES

Cheguei à conclusão de que nós, seres racionais, criamos tabus (ai, que palavra jeca essa!) desnecessários.
Qual família não tem aqueles assuntos "proibidos"? Indesejados? Nunca falados?
E que um belo dia, alguém resolve tocar num desses assuntos, com a maior naturalidade do mundo, como se tivesse pedindo pra passar o arroz, no meio do almoço.
E o outro, no caso o que está sendo questionado, começa a discorrer sobre o tema numa boa, com a maior boa vontade e mais, com a maior vontade mesmo de falar. Quase aliviado. A sensação que passa é de que algo foi desentupido, ou que tiraram a tampa. Tipo assim, libertaram o gênio da lâmpada!!

E assim surgem revelações, muitas vezes esclarecedoras.

Viva a comunicação!!

quinta-feira, 10 de julho de 2008

HAY TANTAS COSAS...

Essa música é muito linda! Muito boa!

Preciso ir a esse show! P-R-E-C-I-S-O!

segunda-feira, 7 de julho de 2008

MADE IN CHINA

Assim como eu, minha filha adora ver, rever e remexer em fotografias. Ontem estava eu, vasculhando uma maleta cheia delas, escolhendo uma para colocar num porta-retrato.
Como sou uma pessoa semi-organizada (tenho uma maleta onde guardo as fotos, mas lá dentro elas ficam todas misturadas, sem critérios como data, tamanho, etc.), no meio das eleitas estavam fotos do casamento dos meus pais.

Prontamente a Marina se interessou por estas, já que vestidos de casamento atraem muito a atenção da pequena, provavelmente porque é o mais próximo aos vestidos de princesa, que ocupam boa parte do imaginário da minha menina de cinco anos.

Observando as fotos, ela comenta: mas o vovô aqui parece chinês de verdade!

(Amada! Acho que até ontem, ela vinha pensando que ele é um chinês falsificado!)

sexta-feira, 4 de julho de 2008

NORAH ALMOST BORING JONES

Constatação musical: a Norah Jones tem uma voz e tanto, linda, mas tem um dedinho do pé na chatice....

quarta-feira, 2 de julho de 2008

ISSO É GLAMOUR

Tô impressionada. Estou assistindo na TV ao vivo a reportagem sobre o resgate da Ingrid Betancourt. Ela tá com uma cara ótima, bem humorada, tranquila, solícita. E sorri, super bem educada e com a maior boa vontade junto aos repórteres e suas perguntas, algumas bem estúpidas, por sinal.

E a mãe dela ali, ao lado, linda com um bom óculos de sol de grife, super chique...

Como é que pode?

Achava que ela iria direto para um hospital ou coisa parecida.

YIN YANG

Não sei se eu sou alguém que me contento com pouco ou se sou alguém que peço muito.

Argumento para a versão "me contento com pouco": acontecimentos simples tornam meu dia melhor e me deixam feliz, como por exemplo receber notícias de alguém querido que estava sumido há um tempo. Ou dividir com minha filha a felicidade dela em aprender a escrever em letra emendada. Ou comprar uma coisa querida para enfeitar minha casa. Ou um almoço demorado com um bom amigo. E por aí vai...

Argumento para a versão "peço muito": quero pelo menos um acontecimento desses por dia. Todos os dias.

segunda-feira, 30 de junho de 2008

CALORIAS

Saldo do fim de semana:
feijoada
churrasco
vinho
espumante
galeteria
pizza
chocolates

Só faltou o fondue, que fica pra próxima.

Gramado no inverno é isso.

quinta-feira, 26 de junho de 2008

ANA BOLENA

Muito bom o filme "A outra", que conta a história de Ana Bolena. Natalie Portman se presta bem ao papel forte, ambicioso e sedutor. Tão sedutora a moça, que quase faz o rei da Inglaterra perder a cabeça, de tanto que a desejou.

Mas no fim, quem a perde é ela.

sábado, 21 de junho de 2008

BOAS VINDAS

Entrar em um mundo que não te pertence pode ser complicado. Exige adaptação. Observação. Tato. Humildade. Percepção. Muita percepção. Adequação. Pertinência. Muita pertinência. Coragem.

Nessas horas agradeço por não ter mais 20 anos. Maturidade e experiência valem ouro.

sexta-feira, 20 de junho de 2008

DOCE VIDA

Conclusão da Marina, agora há pouco, enquanto saboreava um delicioso fondue de chocolate:

"Esse é o melhor dia da minha vida".

Minha conclusão: a infância é a melhor fase de nossas vidas .

quinta-feira, 19 de junho de 2008

UNDER PRESSURE

Hoje, ao chegar em casa no horário de almoço, fui surpreendida por um pacote de presente em cima da minha cama.

Ganhei uma panela de pressão.

Ha ha ha ha!!!

quarta-feira, 18 de junho de 2008

SOUL

Ueba!! Amanhã eu vou no show da Joss Stone!!

domingo, 15 de junho de 2008

A EMOÇÃO DE CADA UM

Escolhi dois filmes para assistir nesse fim de semana: "Reine sobre mim", super bem recomendado por dois amigos e "Diários de motocicleta", que não havia assistido até hoje.

Estava preparada, munida de lenços de papel, pra chorar vendo o primeiro, já que me preveniram de que era um filme triste, denso, emocionante mesmo. Para meu espanto, não derramei uma lágrima sequer. Gostei bastante, mas não me tocou profundamente.

Já a história da viagem de Che Guevara e Alberto Granado, que me fazia esperar apenas por aventura, descobertas e aprendizado sobre história da América Latina, me emocionou profundamente e me fizeram usar os lenços de papel, mesmo eu já sabendo o fim da história e o destino do personagem principal.

Pena que quando eu estive em Temuco, Chile, ainda não havia assistido, já que os protagonistas passam por lá e é onde eu passei por momentos bizarros da viagem.

Lindo filme, belo relato. Pura emoção.

sexta-feira, 13 de junho de 2008

MULHER BIÔNICA

O som de alarme que dispara nas entradas e saídas de estabelecimentos comerciais já é totalmente familiar pra mim. Isso porque de uns tempos pra cá, toda vez em que eu entro e saio de supermercados, lojas de conveniência, lojas de departamentos, entre outros, o pí pí pí pí pí grita!

Nas primeiras vezes me constrangia um pouco, depois menos e agora praticamente ignoro o caso.
Principalmente nos lugares que frequento regularmente, onde o pessoal que lá trabalha me conhece, aí nem dão bola, devem pensar: Ih, lá vem aquela que deve ter uns pinos pelo corpo!

A vergonha rola quando alguém que está por ali fica me olhando meio torto e eu dou aquele sorriso amarelo, de quem não sabe de nada.

Várias vezes devo ter passado por cleptomaníaca.

quarta-feira, 11 de junho de 2008

EL PINTOR DE RECUERDOS

Minha filha ganhou de aniversário um lindo livro espanhol chamado "O pintor de lembranças", que conta a história de um menino que, com talento para as artes plásticas, decide especializar-se em pintar lembranças. Pensa ele: o que as pessoas tem de mais rico? O que as pessoas mais gostam? Lembranças.

A partir daí o autor narra diversos casos de lembranças encomendadas ao menino pintor.

A idéia, além de me sensibilizar (quase chorei lendo o livro pra Marina), me deixou curiosa.

Existirá algum pintor de lembranças por aí?

segunda-feira, 9 de junho de 2008

ART AND THE CITY

Domingo já é um dia melancólico por si só. Quando tá chovendo, fica mais ainda.
Às vezes é bom dar as mãos à preguiça e inércia típica desses dias e ficar o dia todo de pijama, em meio a edredons e jornais.
Às vezes, não.

Ontem tava em dúvida: Iberê Camargo ou Carrie Bradshaw?
Fui no Iberê e não me arrependo. Todo e qualquer ar provinciano que essa cidade tem, se diluiu durante o tempo em que estive lá. Tudo muito bonito, cool e inteligente.
Adorei.

domingo, 8 de junho de 2008

LIVING AND LEARNING

Bom se tudo na vida fosse como andar de bicicleta: uma vez assimilado, nunca mais se esquece.

terça-feira, 3 de junho de 2008

PACOTINHO DE MERCÚRIO

Li esse texto quando a Marina nasceu e resolvi guardá-lo, pois achei divertido. E no fundo acho que já suspeitava sobre o que vem se comprovando a cada dia: descreve muito bem o jeito de ser da pequena, que hoje, às 16h30, completa cinco anos de vida.

Feliz aniversário, meu amor!

"Se você não estiver preparada para voar ao seu lado, sua criança de Gêmeos pode escapar por entre seus dedos como uma bolha de ar. Já segurou uma bolha de ar?

Talvez seu conceito de matemática sofra uma alteração. Compreenderá o que quero dizer quando seu bebê começar a engatinhar. Acontecerá uma dúzia de vezes por dia: você será capaz de jurar que o viu agora mesmo com a mão dentro da batedeira elétrica na copa. Mas como? Ali está ele, na sala, mastigando as flores, feliz! Como pode estar em dois lugares ao mesmo tempo? É que seu rebento é governado por Mercúrio, o deus grego com asas nos pés...

Nunca aprovei aquela espécie de arreios que são vendidos às mães para porem em seus garotinhos quando saem. Fazem pensar que a mulher está andando com o cachorro. No entanto, aconselharia a mãe de uma criança de Gêmeos que comprasse dois ou três deles, apenas para ficar segura. Mas lembre-se que este é um signo do ar, e o ar precisa de movimento.

Mercúrio governa as cordas vocais, e quando seu pequeno Gêmeos resolver pôr em prática seus talentos nesse sentido, você se admirará de ver como é possível uma boca tão pequena fazer tanto barulho.

Para eles é natural fazer duas coisas ao mesmo tempo. O que as pessoas sérias e equilibradas chamam de inquietação é, para Gêmeos, nada mais do que seu estado normal. Ame seu geminiano pelo que ele é - uma coisinha questionadora, cordial e precoce. Não se pode transformar um vaga-lume numa lesma. E essa mente de vaga-lume pode confundir você, mas é que ele está às voltas com milhares de fantasias, separando-as, decidindo quais jogar fora e quais guardar.

Eles têm prazer em se comunicar, repartindo seus conhecimentos. Em geral, têm uma habilidade notável para imitar os outros e desde cedo revelam grande senso de sátira.

Vivem num mundo de faz-de-conta e realidade que se entrelaçam e, onde muitas vezes a verdade é representada como fantasia, e a fantasia como verdade. Ele pode dar a impressão de exagerar ou de contar mentiras, mas acontece que não pode deixar de dar um certo colorido quando conta um acontecimento, e não raro se convence de que ocorreu daquele modo.

Gêmeos não se satisfazem em realizar uma coisa de cada vez. É como se tivessem duas vidas para viver numa única existência, de modo que precisam absorver tudo o que podem, o mais depressa possível. O principal perigo reside na falta de paciência e na falta de vontade de persistir até que uma coisa seja totalmente aprendida.

Talvez ele tenha uma inclinação para repetir, mas não permitirá que você o faça, o que é natural que irrite as pessoas. Não é fácil atrair sua atenção, mas quando se consegue, se é recompensado pelo intenso interesse que demonstram.''

sexta-feira, 30 de maio de 2008

FELIZ, MAS TRISTE

Assim como todo mundo, não gosto de despedidas. Parece que em meia hora a gente tenta dizer tudo o que não disse em um ano e dois meses. Mas em algumas situações não temos como fugir delas, então o negócio é encarar e levar da melhor forma possível.
Hoje foi meu último dia de trabalho e por mais que eu esteja indo para outro por livre e espontânea vontade e esteja bem feliz com a mudança, bate uma melancolia e uma tristezinha, bem no fundinho do coração.

Coração esse que está mais cheio, já que novas pessoas e emoções habitam ele agora.

Valeu pessoal da Interlig, muito obrigada pelo carinho.

FREEGANISMO

Essa semana ouvi pela primeira vez o termo freegan.

Freegans são pessoas que adotam estratégias alternativas para viver baseados em uma participação limitada na economia e consomem o mínimo possível de produtos. Os freegans apóiam a comunidade, a generosidade, o interesse social, a liberdade, e a ajuda mútua, ao contrário da atual sociedade baseada em materialismo, apatia moral, competição, conformismo e cobiça.
O freeganismo assegura que todos os produtos que comprarmos terão algum tipo de impacto prejudicial - muitos dos quais jamais estaremos cientes. Então, ao invés de evitar comprar produtos de uma empresa socialmente responsável só para apoiar outra (talvez ainda pior), os freegans evitam comprar qualquer coisa em todos os níveis possíveis.

Às vezes é mais fácil saber o que a gente não é do que o que a gente é.

segunda-feira, 26 de maio de 2008

:)

Não vou mais conseguir tirar o sorriso da minha cara.
(Por que minha filha?)
Porque eu tô te vendo, mãe.

Fala da Marina, ao me encontrar no domingo à noite, após ficar o fim de semana todo longe.

O que mais se pode querer nessa vida após ouvir isso?
Depois dessa, quem dormiu sorrindo, foi eu.

sábado, 24 de maio de 2008

CHANGES

Semana passada troquei de carro.
Semana que vem troco de emprego.
E na semana após a que vem, troco de idade.

sexta-feira, 23 de maio de 2008

WWW

Amo a Internet. Às vezes até me preocupo com a importância que ela tem na minha vida. E com a dependência que tenho dela.
Mas assim como o amor e o ódio são sentimentos que andam parelhos, meu amor também me faz sofrer.
É impressionante como alguns simples e aparentemente inocentes comandos num teclado podem significar rompimento, descaso, desinteresse, egoísmo, cinismo, falta de educação. E gerar tristeza, decepção, mágoa.

O segredo é adaptar-se a esse novo mundo e a essa linguagem e trocar de página, assim, rapidinho, com apenas um clique!

Bom fim de semana à todos!!

domingo, 18 de maio de 2008

GIULIA

Diálogo entre uma amiga minha e a amiga da minha filha, de cinco anos:
Tu és canhota?
Não, sou brasileira.

Amada!

sexta-feira, 16 de maio de 2008

BOM AR

Tem cheirinho melhor do que de carro novo?
Claro que tem, mas hoje, pra mim, não existe nada mais cheiroso.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

HIGH LOW

Chique e chinelão. Luxo e lixo. Espaçoso e apertado. Confortável e precário. Cachaça e dry martini. Cachorro quente e wrap. Caro e barato.

Tenho convicção que o interessante e emocionante nessa vida é viver um pouco de cada coisa, sem preconceitos nem conceitos engessados.

Thank god, tenho a capacidade e a vontade de transitar perfeitamente entre mundos bem distintos. E assim me divirto em dobro e certamente agrego experiências e convívios muito interessantes.

Viva a diversidade!

domingo, 11 de maio de 2008

quinta-feira, 8 de maio de 2008

ESCREVER POR ESCREVER

Muita coisa acontecendo. Muita mudança, cabeça a mil.
Muita coisa pra dizer e muita novidade pra contar. Nessas horas me atrapalho e não digo nada. Por isso não ando escrevendo muito por aqui. Por pura e total falta de critério (o que dizer? por onde começar? como abordar?).

Nessas horas o nome desse blog faz sentido, coisa que nunca pensei que faria, já que optei por ele em menos de dois minutos, quando decidi criá-lo e passo a passo, fui preenchendo as lacunas, sem pensar muito.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

CLONE

Tem situações na vida em que dá vontade de mandar um representante.

sábado, 3 de maio de 2008

A, B OU C

Indecisão. Dizem que é uma característica do meu signo. Se é ou não, não sei. Mas o que sei é que, ao mesmo tempo em que sou super segura e rápida para tomar algumas decisões, em determinados momentos de escolha, me atrapalho e fico muito, muito indecisa.

Tô passando por isso, mudo de idéia de uma em uma hora e tento me apegar à seguinte frase, que ouvi hoje, de um amigo: "Isso deve ser bom, prazeroso e não um problema."

É isso aí. Agora só preciso me decidir: esse ou aquele? Ai, ai, ai!!

sexta-feira, 2 de maio de 2008

CASSANDRA'S DREAM

Filme novo do Woody Allen para mim é motivo de comemoração. Quase dá vontade de botar roupa de festa, de tão animada que fico ao ir ao cinema. Não importa se a crítica fala bem ou mal. É um Woody Allen e isso já basta. Mesmo que o filme deixe a desejar, seja fraco, quem tem que chegar a essa conclusão sou eu, fãzoca, independente das opiniões alheias.
Se eu já não tivesse assistido Match Point, diria que Cassandra's dream não parece um legítimo Woody Allen, comentário que fiz ao assistir o primeiro. Pelo visto ele está fazendo render essa fase suspense-londrino-com atores charmosos e cheios de estilo.
Achei um ótimo filme, muito bem amarrradinho, com boas atuações e alguns lances que nos remetem à Assassinato em Manhattan, um dos meus preferidos dele.

Só sinto falta de dar mais risadas.

terça-feira, 29 de abril de 2008

MUSEO DE LA MODA

Hoje à tarde, em um momento de desligamento mental do trabalho, exercício que pratico às vezes, pensei: Puxa, que vontade de largar tudo o que estou fazendo e sair a passear a pé, como se faz quando estamos em uma cidade diferente, em férias... Poderia parar num café simpático, folhear uns jornais locais, entrar em algumas lojas e livrarias e visitar um museu bacana. Foi quando lembrei imediatamente da minha visita ao Museo de La Moda, em Santiago, Chile.

O lugar é incrível e pra quem gosta de moda e se interessa por história da moda, como eu, é um prato cheio. E uma aula de bom gosto e refinamento, coisa rara por aí. O museu não tem nem um ano de vida e está situado na antiga residência de uma família tradicional chilena, os Yarur Bascuñan, milionários do ramo da tecelagem.

Tem roupas que foram usadas por Marilyn Monroe, Evita Perón, Joan Crawford, Cary Grant e pela própria matriarca da família chilena, Raquel.

E os aposentos da família, tal qual como eram quando eles habitavam a casa, nos anos 60, nos fazem viajar no tempo e babar diante da decoração. Puro glamour.

E pra arrematar, tem uma parte do acervo dedicada ao tênis, com direito a modelitos de várias décadas e até um banco de madeira de Wimbledon. Puro estilo.

Saudades da manhã de domingo que passei por lá. Puro luxo.

O serviço:
Museo de La Moda
Avenida Vitacura 4562
De terça a domingo, das 10 às 19h
$ entrada: 3 mil pesos chilenos

segunda-feira, 28 de abril de 2008

SÁBIAS PALAVRAS

Que todos consigamos perdoar os mal-educados. Eles simplesmente passaram nas nossas vidas. Não podem ser os responsáveis por nossos dias ruins.

É isso aí. Simples e aplicável.

sábado, 26 de abril de 2008

ANTÔNIA

Assim como não consigo ouvir Telhados de Paris, do Nei Lisboa sem chorar, olho no olho com criança me causa o mesmo efeito. Sempre.
Dependendo da época e do nível da minha sensibilidade, posso apenas encher o olho ou encher um balde: de lágrimas.
Agora, trocar um olhar com um bebê de quatro meses muito fofo e ele abrir um sorrisão babado, mostrando uma boca sem nenhum dente, num dia como hoje é praticamente um teste de resistência.

Mas o bom disso é que depois de derrubar lágrimas, dá uma sensação de esperança, que só criança desperta. E vontade de sorrir, babando.

quarta-feira, 23 de abril de 2008

HARD WORKING

Só uma pergunta (que explica um pouco a minha ausência aqui):
Pra que tanto trabalho?

sábado, 19 de abril de 2008

CUSTO BENEFÍCIO

Pneus. Consertos em geral. Produtos para lentes de contato. Troca de óleo. Saco para aspirador de pó.
Tem certas coisas que deveriam sair de graça. Tenho a maior resistência em gastar dinheiro com aquilo que não me dá prazer.
Hoje comprometi parte considerável da minha renda mensal num óculos. Isso porque meu grau de miopia é bastante alto, o que exige uma lente hiper super power block especial e moderna pra deixar o aparato mais bonitinho e menos com cara de fundo de garrafa. E essa lente custa bem mais do que uma comum. Isso sem falar na armação.
Só eu sei o quanto me dói gastar essa fortuna com algo que eu não gosto de usar, mas necessito, pelo menos ao acordar e antes de dormir, momentos em que estou sem minhas lentes de contato. Caso contrário posso errar o caminho do banheiro até meu quarto e vice-versa, mesmo que estejamos falando de um metro de distância, mais ou menos.

Nem é bom pensar no que eu poderia fazer com essa quantia. Deixa assim.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

FILHO DE PEIXE

Alguns dizem que o fato de minha filha ter grande habilidade com canetas, pincéis e lápis é mera coincidência com o talento de artista plástico e diretor de arte que o pai dela tem.
Eu não concordo.
A mania de ficar enrolando o próprio cabelo no dedo que ela tem desde nenê, não tem nada a ver comigo, que faço o mesmo? Ahã.
E a boca que fica mexendo de um jeito peculiar quando ela está concentrada?
E o olfato apurado?
Não sei se existe explicação científica pra essas questões, mas mesmo que não exista, acredito muito em herança genética.

E eu, tentando descobrir a razão de um sentimento meu, mais uma vez me dei conta de que a gente carrega muito dos nossos pais. E ao longo da vida essas percepções vão surgindo.

domingo, 13 de abril de 2008

SHINE A LIGHT

Não adianta: por mais que meu celular toque ao som de Fatboy Slim, por mais que eu adore uma boa house music e por mais que eu seja fã de Madonna, eu sou uma pessoa rock´n´roll.
Foi difícil ficar parada na poltrona e não bater muitas palmas ao final de cada música no filme sobre a melhor banda do mundo, The Rolling Stones, dirigido por Martin Scorsese.
O domingo chuvoso e sem graça tornou-se eletrizante e feliz!
Muito bom, muito bom!!

HUA HUA HUA

Recebi da Lu.
E ela tem razão em dizer que é contagiante.
Eu comecei a rir muito ao assistir.
video

sexta-feira, 11 de abril de 2008

MUTE

Às vezes sou acometida por uma grande preguiça de falar. Fazia tempo que não me dava isso, mas desde ontem tô a fim de ficar quietinha. Bem quietinha.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

COCEIRA NAS COSTAS

Como já comentei aqui antes, ando me deparando com situações novas, relacionadas à vida de quem mora sozinho. Ou, de quem é o único adulto do lar.
Isso é novo pra mim, já que é a primeira vez em que vivo nessa condição. Que aliás, adoro.

Ontem meu oftalmologista me explicava como aplicar a pomada que ele me receitou:
- Você pede para o seu esposo (hellooo!!) passar bem rente ao olho, etc...
Diante da minha cara, ele percebeu que, além da palavra esposo ser quase incompreendida por mim, de tão demodé, eu não sou esposa de ninguém.
Aí ele consertou: pode ser qualquer familiar, sei lá...
Ainda bem que a Marina é esperta o suficiente e seus 4 anos se multiplicam em progressão geométrica em raciocínio!

Mas no fim da história, quem me ajudou na tarefa foi o espelho mesmo!

terça-feira, 8 de abril de 2008

POST PROIBIDO PARA QUEM NÃO TEM FILHOS

Hoje me bateu um sentimento que eu provavelmente vou sentir muitas vezes daqui pra frente. Não sei bem como definir, mas dá uma vontadezinha de chorar. Foi quando a Marina, após passarmos pelo portão da escolinha, me pediu pra ir até a sala de aula, sozinha, pela primeira vez. Na hora parecia que ela estava me avisando que ia mudar de sexo, tamanho meu espanto!
Vacilei uns segundos, mas é claro que não a privei desse momento tão importante na sua vidinha de 4 anos e 10 meses.

E fiquei lá fora, com o coração apertado e cheia de orgulho.

sábado, 5 de abril de 2008

SANGUE BOM

Ela tem alguns anos a mais do que eu. E alguns centímetros a menos.
E hoje está de aniversário.
E está comemorando perto de nós, em Porto Alegre (ela mora em Florianópolis).
E vamos celebrar seu nascimento com uma festinha na minha casa.
Feliz cumpleaños, mana!

quinta-feira, 3 de abril de 2008

PODER DAS CORES

Minha sala tinha paredes sem gracinha, cor de baunilha, há uns cinco anos. Desde ontem ela ganhou uma coloração avermelhada, meio ferrugem, meio coral. Linda.
O ambiente nem parece o mesmo. A energia é outra. O astral é diferente. Não sei porque não fiz isso antes.

Semana que vem meu quarto será a proxima vítima dos pincéis e rolos do Gringo.

sábado, 29 de março de 2008

CHIVITERIA

Lugares bons devem ser propagandeados, certo?
Pois bem, ontem conheci a Chiviteria. Como o nome já indica, lá encontramos deliciosos chivitos, panchos e milanesas, além de sobremesas típicas do Uruguai e as cervejas hermanas Norteña e Patrícia. Em termos de acomodação deixa um pouco a desejar, não tem mesas, apenas um banco na rua e uns banquinhos individuais, onde fica difícil comer e beber sem o apoio de uma mesinha. Como teleentrega funciona, a julgar pela quantidade de telefonemas recebidos enquanto eu estava lá, está indo bem, com certeza.
Fica na rua Miguel Tostes, próximo da Protásio Alves. Recomendo.

sexta-feira, 28 de março de 2008

MANDY

Fala da Mandy, personagem de um desenho do Cartoon Network:
O CAMINHO PARA A ESTUPIDEZ É CHEIO DE BOAS INTENÇÕES.

Os desenhos de hoje não são mais os mesmos.

quinta-feira, 27 de março de 2008

FASHION FEVER

Fui assistir ao desfile do Alexandre Herchcovitch num evento de moda aqui em Porto Alegre. Evento bastante provinciano, diga-se de passagem. Por mais que tentem dizer que é importante e representativo no mercado de moda, tem todos elementos que indicam o contrário. Pra começar, o desfile curto, poucas entradas, já que não mandam pra cá a coleção completa, mas sim só uma parte. Modelos meia-boca. O calor é um caso a parte, de tão horrível. Sem explicação. Quem investe naquela estrutura toda especialmente montada para os desfiles com direito a lounges, barzinhos com champagne, pufes pras bonitas e bonitos sentarem, etc.. e não colocam UM ar condicionado sequer?! Imperdoável. Quase derreti lá dentro. Eu e todos que lá estavam se abanando com os flyers distribuídos na entrada.

Só sei que, terminado o desfile saímos correndo daquele forno para beber espumante em um lugar arejado e confortável. E a partir daí a noite foi ótima!

domingo, 23 de março de 2008

ÁGUA

Faz mais de 30 horas que não tem água na minha casa. Banho? Na casa da vó. Almoço? Na casa de amigos, aliás, um churrasco divino, que valeu por janta, inclusive. Louça? Na pia. Suja. Escovar dentes, lavar o rosto, lavar as mãos? Com água-reserva, que eu busco lá embaixo, de balde. Uma beleza.
Me sinto como naquele programa em que uma família se "transporta" para o século passado, onde não existia energia elétrica, água encanada, etc..
E o irônico disso tudo é que ontem, após uma chuvinha rápida de verão, ao chegar em casa à noite, me deparo com muita água dentro de casa, já que deixei a janela aberta. Eu não sabia se limpava a poça ou se pegava um sabonete pra dar banho na minha filha, ali mesmo!!

sábado, 22 de março de 2008

MISSÃO CUMPRIDA

Pronto, assisti Tropa de elite, depois de todo mundo.
Sinto um alívio como se tivesse pago uma dívida atrasada.

quinta-feira, 20 de março de 2008

QUEM É QUEM

Ultimamente muita gente vem me dizendo que minha filha está com a cara do pai. Eu, como toda mãe coruja, obviamente preferia ouvir que ela é minha cara, como muito já aconteceu nos primeiros anos de vida dela.

Por isso estou coletando provas de que ela é sim, meu carboninho.
Essas fotos são algumas delas.

LENDA

Tudo demora. Decisões demoram. Retornos demoram. Tecidos demoram. Mails demoram. Reuniões demoram. Downloads demoram.

Minha porção oriental já foi mais forte no que se refere à paciência.
Ando ansiosa por respostas, definições e soluções que insistem em demorar.
Ou se enrolar, o que acho ainda pior.

segunda-feira, 17 de março de 2008

FEIO, SUJO E MALVADO

Vou falar sobre o óbvio: o centro de Porto Alegre é imundo, cheio, muito cheio de gente atirada pelas ruas. Isso não é de hoje, mas a situação está cada vez pior.
E num domingo parece que a coisa se agrava ainda mais, já que fica tudo mais visível, sem aquele aglomerado de pessoas caminhando pra lá e pra cá. E o estado de miséria e abandono ganha destaque.
Fui conferir a exposição File, no Santander Cultural, que fica no centro. No trajeto até lá pude perceber esse cenário deprimente e assustador.
A exposição é ótima, mas voltei pra casa um pouco triste, ao ver aquela gente com aquela vida (?) indigna, ao ouvir uma briga de um suposto casal, onde de dez palavras, nove eram quase impronunciáveis de tão obscenas, ao ter que desviar de corpos jogados na calçada, e por aí vai.
Me senti numa terra de ninguém. Espero que uma próxima prefeitura consiga fazer alguma coisa por esses "alguéns". E por nós todos, cidadãos porto-alegrenses.

sexta-feira, 14 de março de 2008

MOTHERN DOS PAMPAS

Ex-colegas de trabalho e amigas queridas.
Acompanhadas de sushis, sashimis, shimejis e sake, botamos os papos em dia.
Papos esses, que volta e meia giram em torno deles: os filhos. É um encontro meio Mothern, aquele seriado moderninho sobre a maternidade nos dias de hoje.
Só faltou uma, que do próximo encontro, não escapa. E deixo aqui um super hiper parabéns pra ela, que a-r-r-a-s-o-u na sua defesa de mestrado! Viva a mestre Martina!!

quinta-feira, 13 de março de 2008

TEMPOS (MUITO) MODERNOS

Às vezes fico assustada com algumas situações ou fatos aparentemente sem importância.
Fiquei hoje, após minha filha me contar que sua colega de quatro anos foi à escola de sutiã.
Como assim???

sábado, 8 de março de 2008

TERCEIRO ELEMENTO

Lucas é o amigo imaginário da minha filha. Sempre achei que essa coisa de amigo imaginário era como desejo de grávida: lenda, história, enfim, não acreditava muito nisso. Em desejo de grávida eu continuo não acreditando, já no Lucas eu acredito, até porque tenho convivido direto com ele. Hoje, no carro, tive que colocar o cinto nele e no almoço, por pouco não pedimos uma mesa maior no restaurante, com uma cadeira a mais. Escapei desse mico só porque almoçamos com amigos e a melhor amiga da Marina, que fez com que ela deixasse o Lucas meio de lado. Ufa!

Se alguém me encontrar por aí conversando com ninguém ou aparentemente segurando a mão de alguém baixinho, podem ter certeza que é ele, o Lucas.

sexta-feira, 7 de março de 2008

SHINY HAPPY PEOPLE

Ouvi agora no rádio*: pessoas que mantém diários virtuais e/ou blogs tendem a ser mais equilibradas, sociáveis e alegres. E estão longe da depressão e da solidão.
Nunca tive dúvidas de que blogs são terapêuticos.

* não sei a fonte nem a origem dessa informação.

quinta-feira, 6 de março de 2008

THERE WILL BE BLOOD

Constatações:

Sangue negro é um excelente filme.
Daniel Day Lewis é o cara!!
Daniel Plainview é um doido, uma figura!
Paul Thomas Anderson só faz coisa boa!
Após assistir o filme, é fácil passar pela cabeça o clichê: dinheiro não traz felicidade. Mesmo.
Minha irmã dá ótimas dicas de bons filmes.

terça-feira, 4 de março de 2008

CRAZYMAIL

Alguém aí sabe me dizer como faço pra ajustar o horário (de envio e recebimento de mensagens) do hotmail? Já tentei de tudo e não descobri.

ARTE DA SIMPLIFICAÇÃO

Hoje, alguém que me conhece e sabe perfeitamente como me chamo, no meio de um assunto, me pergunta: qual é o teu nome? Na hora, segundos antes de cair a ficha e captar a intenção dela, respondi: que? nome de quem? Aí, não só entendi, como achei um ótimo exercício a ser feito toda vez em que tento entender o comportamento de alguém. E principalmente toda vez em que tento comparar o comportamento de alguém em relação a mim. Tipo assim: eu faço assim, então por que os outros não fazem também? Simples: porque eu tenho meu nome e os outros tem os nomes deles.
Nada que eu já não soubesse, mas é bom lembrar e aplicar na nossa vida.

Bem bom iniciar o dia com esse aprendizado. E olha que hoje é terça-feira.

sábado, 1 de março de 2008

BOM PRA QUEM?

What´s good for you. É o nome de um programa que eu nunca tinha assistido e hoje, zapeando, conheci, por acaso. Não pode ser mais anos 2000, já que trata de mil assuntos, sem se aprofundar em nenhum. Tô até me sentindo mais inteligente, após assistir um bloco do tal programa. Aprendi porque a gengiva sangra durante a gestação (a minha não sangrou, mas nunca se sabe o dia de amanhã..), como bed bugs, que são insetos nojentos, agem durante a noite, nos picando, até a questão de qual tábua de cozinha é mais higiênica: a de madeira, a de plástico ou a de mármore? Pena que perdi a resposta, pois mudei de canal e quando voltei, era tarde demais, já tava nos créditos. Se alguém souber o resultado do teste bacteriano, me conta, por favor.

SLEEPLESS

Se eu pudesse, assinava embaixo da crônica da Martha Medeiros deste domingo, no jornal Zero Hora. Me identifico completamente com tudo o que ela narra a respeito da falta de memória e das poucas horas de sono. Como sempre fui dorminhoca e amante de um bom soninho, de uns tempos pra cá, não me reconheço, pois não tenho conseguido dormir sequer as recomendadas oito horas por noite. Abrir os olhos às 07h da manhã em pleno sábado é pra matar né? Até Coca-Cola tenho evitado à noite, sem falar que esses dias me peguei contando carneirinhos, já que isso funcionava quando eu era pequena. Bons tempos de adolescência quando dormir não era um problema. Dormir demais sim, era. Nunca esqueço uma vez em que eu e uma amiga dormimos 15 horas seguidas. Sim, 15. Só não lembro por quantas horas ficamos acordadas depois disso, até a próxima soneca.
O fato é que, segundo uma matéria citada pela Martha Medeiros, a falta de sono é a responsável pelos lapsos de memória. Acredito que sim.
Que bom, assim ao menos eu sei porque ando mais esquecida do que o normal.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

PALMAS PRA ELES

Ainda no assunto Oscar, tirei o chapéu pro pessoal da Academy Awards. Agora posso falar e opinar com propriedade, já que ontem finalmente assisti o filme ganhador do grande prêmio.
Confesso que ainda estou assimilando o filme e suas estranhezas, típicas de irmãos Cohen. Hilárias. Absurdamente cotidianas. Esquisitices que beiram a loucura. Muito bom.
Tommy Lee Jones impagável. Javier Bardem, como sempre, perfeito.
O que me espanta (positivamente) é aquele pessoal de Los Angeles reconhecer tudo isso e entregar a estatueta pra eles.
Brabo mesmo é ouvir os comentários do público após a sessão.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

MARTES

Terça-feira, na minha opinião é um dia meio nada. Meus seriados preferidos não passam nesse dia. Os principais eventos da cidade não acontecem nesse dia. É o dia em que eu acordo mais cedo na semana: antes das 7h. Nem o caminhão de lixo passa na terça.
Pra alguém como eu, que precisa de emoções em doses diárias, esse dia tem alto potencial pra ser enfadonho.
A parte boa é que amanhã é quarta-feira, que pra mim tem gostinho de liberdade.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

PARIS NO BONFIM

Essa é uma dica pra quem mora em Porto Alegre e aprecia um bom pão francês. E um bom croissant. E um bom bolinho de mel, cheio de bossa. E um bom pão italiano. E mais algumas especialidades dignas de uma ótima boulangerie.
Fui lá em busca de um docinho e saí com as mãos cheias. Não que tenha muita variedade, mas mesmo assim, levei um exemplar de cada delícia daquelas, tipo degustação.
O espaço é minúsculo, porém cheio de charme, com um aroma dos deuses e, como diria minha amiga Lu, um lugar com alma.

O serviço:
Carina Barlepp Boulangerie

rua Barros Cassal, 797 - Porto Alegre
fone: (51)3311-5643

domingo, 24 de fevereiro de 2008

RED CARPET

Hoje acontece a grande festa do Oscar. Pra mim sempre é uma grande festa, desde os tempos em que eu organizava um mini evento em casa pra assistir, passando por alguns anos em que eu sequer assisti, até hoje, que, num meio-termo, pretendo ver, por isso abri uma garrafa de prosecco, cortei um queijinho bacana e abri um pacote de amendoim japones, pra acompanhar a festa. Como já falei aqui, não estou apta a opinar muito, já que de todos os filmes concorrentes ao principal prêmio, só assisti um: Juno. E confesso que ficaria bem decepcionada, caso ele levasse a estatueta de best film. Mas vou deixar meu palpite, mesmo assim. Melhor filme: No country for old men. Melhor ator coadjuvante: Javier Bardem (acho que quase mataria por ele; tenho convicção de que ele não é desse mundo, tem algo a mais, não me perguntem porque). Melhor ator: Daniel Day Lewis. Melhor atriz: Cate Blanchet.
Se bem que bom mesmo, deve ser The diving bell and the butterfly, ainda inédito no Brasil.

Caso minhas previsões estejam todas erradas, vamos falar sobre os modelitos das celebridades, que também é assunto que me interessa muito, aguçando meu lado ultra-power-block superficial.

Amanhã a gente se fala.

GAME OF LIFE

Não é necessário ser um estrategista para saber que não devemos apostar todas as fichas num mesmo jogo. O difícil é decidir o quanto apostar e em quais jogadas, digamos assim.

E saber lidar com os ganhos e as perdas.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

POA TOP TEN

A melhor polenta de Porto Alegre está de férias.
O melhor pão de Porto Alegre está em reformas.

Reabre Komka! Reabre Barbarella!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

SPEAKING WORDS OF WISDOM

Segui a dica da minha irmã e não me arrependi. Deixei o preconceito em casa e fui assistir a um musical (o segundo em menos de uma semana - fui ver Sweeney Todd na semana passada). É claro que os Beatles foram trilha sonora na minha vida, é claro que gosto muito deles e tenho profundo respeito por cada um, tenho noção de que parte das bandas que escuto hoje beberam nessa fonte, sei de cor a letra de Let it be, bla, bla, bla. Mas não sou fã de carteirinha, não sei a data de aniversário deles, não fui a Liverpool quando estive na Inglaterra, e as músicas deles não me trazem lembranças significativas. Não comparando com Stones, por exemplo.
Mas confesso que me emocionei, de chorar em vários momentos do filme e passei boa parte dele com um sorriso na cara.

Nota 10 pra Across the universe.

Melhor, só se tivesse sob efeito de um ácido. Não é a toa que o filme encerra ao som de Lucy in the sky with diamonds. Uau!!

REGISTROS DO CHILE II


terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

REGISTROS DO CHILE I


A câmera se foi, mas as fotos ficaram...
Demorei, mas postei.

SABEDORIA

Mestre, como faço para me tornar um sábio?

- Boas escolhas.

- Mas como fazer boas escolhas?

- Experiência – diz o mestre.

- E como adquirir experiência, mestre?

- Más escolhas.


* recebi de uma amiga e adorei

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

CTRL ALT DEL

Quando era criança sonhava em poder fazer "pirlimpimpim", que nada mais era do que o poder de fazer aparecer e desaparecer, que alguns personagens do Sítio do Picapau Amarelo tinham e eu gostava de assistir.

Depois de adulta, meu maior sonho de consumo nessa linha é o óculos do Men in Black, aquele que apaga a memória recente de quem os usa. Queria muito ter um par desses, pra esquecer fatos e pessoas, que insistem em habitar meus pensamentos.

Um leitor de mentes também não seria nada mal. Pelo menos com ele eu entenderia o que se passa, aí o óculos não seria mais necessário. O entendimento das coisas e das reações me faria esquecer e desconectar do que ou de quem quer que fosse, naturalmente.

Acho que vou estudar robótica.

domingo, 17 de fevereiro de 2008

PISCO NIGHT

Segundo as meninas, posso ganhar a vida como bargirl, no Chile.
Minha rodada de Pisco Sour foi um sucesso!
Pelo menos com cara de felizes elas estão!

Salud!

sábado, 16 de fevereiro de 2008

ME, MYSELF AND I

Nunca gostei de trabalhos em grupo, nem no colégio, nem na faculdade. Sempre preferi as tarefas individuais. Na vida profissional não foi e não é muito diferente. Não que eu tenha problemas em trabalhar em equipe, faço isso numa boa e nunca tive problemas de relacionamento com colegas. Mas sempre me sinto mais segura, confiante e à vontade quando dependo apenas de mim mesma pra fazer alguma coisa.
Ir ao shopping com amigas dando palpites nas minhas compras é outro programa que passo. Sou uma ótima consultora e palpiteira, caso eu seja convocada pra isso.
Mas quando as roupas são para mim, a melhor companhia é o espelho.

Como tudo na vida, ser assim tem um lado bom e um ruim.

Hoje, por exemplo, terei um dia lonely. Vou escolher um sofá novo pra sala, vou almoçar em algum lugar querido e vou ao cinema. Apenas eu e eu.

Compensarei no happy hour, quando receberei amigos, com uma rodada de Pisco Sours, feitos por mim (espero lembrar direitinho, como o barman chileno me ensinou). Amigos-cobaia, diga-se de passagem.
Um bom sábado pra todos!

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

UM CLÁSSICO INDISPENSÁVEL

Ele está completando 100 anos. Eu tenho bem menos do que isso, mas pretendo usá-los até meus últimos dias. Não vivo sem.
Parabéns All Star!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

O AMOR É CEGO

Minha filha de quatro anos usa óculos desde os três. É bem filha da mãe, já que eu descobri que precisava deles ainda criança, no colégio. Sempre gostei de sentar no fundo da sala, mas não enxergava nada, aí ia trocando de lugar diariamente, até chegar à primeira fila e continuar sem enxergar com precisão. Diagnóstico: miopia. Solução: óculos. Aos quinze, os substituí por lentes de contato, minhas fiéis companheiras até hoje e possivelmente pra sempre, já que sou contra cirurgia.
Nesse fim de semana, um vendedor moderninho de uma loja descolada se vira pra mim e pra minha pequena e diz: ela é igual a little miss sunshine! Só falta a bota rosa! Como eu sou uma das cinco pessoas no mundo que não assistiram a esse filme, não pude responder à altura ao infeliz comentário, mas creio que o que ele diz não procede. A protagonista é mais velha e não tem nada a ver fisicamente com a minha filha. E garanto que o modelo de óculos que ela usa é diferente do da Marina. Vocês, que viram o filme, podem me ajudar.

A pergunta que fica é: por que um utensílio que se apoia no nariz e que serve para auxiliar na melhoria da visão tende a padronizar as pessoas?

domingo, 10 de fevereiro de 2008

MOMENTO FOTOLOG

A promessa de postagem de fotos da viagem continua de pé. Em breve! Por enquanto, publico o momento da chegada em Porto Alegre, após 12 horas entre aeroportos e aviões.
Até que não estamos com cara de pan amassado* né?


* especialidade típica do sul do Chile


quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

DE VOLTA PRA CASA

Minha viagem ao Chile chegou ao fim. Foram dez dias maravilhosos, que teve de tudo um pouco: clima aventura eco esporte em Pucón, com duas quase-subidas ao vulcão, passeio de bicicleta dupla, banho de águas termais vulcânicas, praia de areia preta, muito Pisco Sour, bizarrices no aeropuerto de Temuco, bom vinho, ótima carne, muito salmão e avocado, sorvete do Munchis, frapuccino do Starbucks, compras em lojas que não tem no Brasil, passeio na chiquérrima avenue Alonso de Córdova, visita a Concha Y Toro, balada forte no bairro Bellavista, novos amigos, Museo de La Moda, Museu de Belas Artes e muitas risadas. E as coisas chatas: uma câmera digital perdida (ou roubada, nunca saberei ao certo) e pagamento de excesso de bagagem. C´est la vie!
Vacaciones muito bem aproveitadas. Viajar é bom demais! Mas também é bom voltar pra casa. Por mais que um quarto de hotel tenha lá suas mordomias, a casa da gente tem cheiro de casa da gente. E é bom. E o apertão de saudade que dei na minha filha, de quem eu nunca fiquei longe por tanto tempo, foi tão grande quanto a minha alegria recém chegada de férias felizes.

Meu próximo post terá fotos, muitas fotos!

domingo, 3 de fevereiro de 2008

CHILE LADO B

Algumas peculiariedades e dicas chilenas que nao se encontra nos guias de turistas:

- cachorros vira-lata estao por toda parte, inclusive atuando como coadjuvante na famosa troca de guarda do Palacio de La Moneda, em Santiago. Eles participam como um elemento neutro nos mais diversos cenários.

- devido à falta da já prejudicada camada de ozônio (estamos num buracón, segundo uma chilena), o sol aqui é implacável, portanto filtro solar é obrigatório. E hidratante também. Minha pele parece uma uva passa! Nao fique sem eles! Eu tive dificuldade em encontrar nas farmácias um filtro fator 15, em compensacao conheci o de fator 70 e 80, que tem bastante. Uau!

- água, água e mais um pouco de água! Por causa do mesmo clima seco que já citei, se sente muita sede. Eu, pelo menos, tenho três vezes mais do que no Brasil. E é daquelas que só água resolve. Bom que aqui toda a água é potável.

- um capítulo à parte para a gentileza dos chilenos: sao cavalheiros mesmo, com toda a pompa que a palavra sugere. E as demonstracoes sao as mais diversas, como por exemplo, num restaurante, presentearnos com um prato especial ou um drink, sem sequer se identificarem. Ou se oferecer para acompanhar até em casa, entre outras coisas. Eles deviam dar cursos nessa área, exclusivo para brasileiros.

- essa é uma dica: nao vá visitar uma vinícola após uma noite regada à Pisco Sours. Ressaca e degustacao de vinhos definitivamente nao combinam.

Obs: a falta de til e cecedilhas neste texto é porque eles nao existem no teclado que estou usando.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

VILLARRICA

Estive na China e não fui na Muralha.
Estive em Roma e não fui ao Vaticano.
Estou em Pucón e não vou escalar o vulcão.
Tudo bem, tenho boas justificativas para os três casos.
E esse é um ótimo motivo para voltar a esse lugar tão bonito e charmoso.

Essa é a vista que tenho da janela, quando tomo banho.
É no mínimo incomum. E fascinante.
Só isso já vale a viagem.

domingo, 27 de janeiro de 2008

HISPANO HABLANTE

Tô apanhando de 10 a 0 do espanhol. Achei que seria mais fácil me comunicar por aqui, mas nao é. Na tentativa de fugir do portunhol e falar direitinho, acabo me enrolando ainda mais ou fico quieta. E em momentos de desespero, penso em inglês e quase falo, mas me contenho. Que agonia que dá nao conseguir se comunicar direito! Menos mal que nao estou na Austria ou na Dinamarca! Mas acho que hasta lo final de la viaje, estarei hablando bien mejor!
Aqui estamos uma hora antes do Brasil. Ontem, ao chegar, imediatamente arrumei meu relógio de pulso, mas nao o meu celular. E como hoje fui despertada por ele, cá estou eu, postando de manha cedo, já que levantei uma hora antes do que precisava. Buenas, o desayuno me aguarda.

Besos!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

CONFINS DA TERRA

Cumprindo uma das minhas resoluções para 2008, vou fazer uma viagem que estava na minha lista de desejos. Vou conhecer um pouco mais da América do Sul. Por 10 dias. Que eu espero que sejam de muita diversão, contemplação, novidades e prazer. Ueba!! Se der, apareço por aqui pra postar alguma foto ou dar notícias.
Hasta!!

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

SOBRE AMOR E AFINIDADE

De uns tempos pra cá ando mais sensível e vulnerável, mas nesse caso nem é preciso estar assim pra se emocionar. E muito. Estou falando da história da Cristiana, do Guilherme e do Francisco, este último, fruto do amor dos dois primeiros. Após ler quase todo o blog, meus olhos estavam repletos de lágrimas, minha pele arrepiada, minha alma esperançosa de que o amor existe sim e meu teclado molhado. Os textos são lindos, ao mesmo tempo profundos e crus, já que a redatora é muito sincera. Lá se encontra beleza, força, saudade, tristeza, franqueza, talento, bom humor e sobretudo, amor. A medida de um e outro é o leitor quem dá, pois acredito que bate diferente em cada um de nós. Vale muito a pena a visita.

A ÚLTIMA GOTA

Hoje me disseram que a Coca light lemon saiu de linha. Isso, acabou! Não vai ter mais! E eu como fico sem meu refrigerante favorito? O Sr. Coca-Cola deveria pensar melhor antes de lançar e tirar do mercado seu produto. Ainda mais se tratando de um produto com alto poder viciante. E com vício não se brinca! Se eu soubesse, tinha feito um estoque em casa. Ou teria saboreado mais demoradamente a minha última lata, que eu acho até que deixei um restinho que foi para o lixo. Um sacrilégio!

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

PACKING

Imitando a Venuss, do Calçolas, pergunto: quando é mesmo que arrumar mala vai ser bom e divertido?

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

CINE

Hoje, ao ler a lista de indicados ao Oscar, constatei que os dois únicos filmes a que eu assisti concorrem a melhor animação: Ratatouille e Tá dando Onda. Nessas horas comprovo a tese de que quando nos tornamos pais, as idas ao cinema são inversamente proporcionais ao número de mamadeiras e troca de fraldas diárias, mesmo eu já tendo passado dessa fase há horas. Foi-se o tempo em que eu assistia à cerimônia do Oscar torcendo, tendo assistido a todos ou quase todos indicados a melhor filme. Só deixava passar aqueles que ainda não haviam chegado aqui.
Pra compensar, amanhã devo prestigiar a pré-estréia de um filme nacional. Levando em conta o diretor e elenco, acho que não é lá essas coisas, mas como recebi convites, vou conferir.
Tá, além disso, preciso confessar que a presença de Reynaldo Gianecchini na sessão influenciou na minha decisão de ir.

ZAPPING

Ficar uma semana longe da TV a cabo até que tem suas vantagens. Em casa, por exemplo, eu não assistiria à cobertura de um evento para cabeleireiros em um navio, promovido por uma empresa de cosméticos dita tradicional no mercado há uns 20 anos, por aí (eu nunca havia ouvido falar na tal marca e vamos combinar, que por mais desapegada que eu seja em relação a esse tema, eu sou mulher e mulheres conhecem essas coisas sim!), cheia de gente sem-noção e muito, muito cafona! Assim como também não acompanharia o programa da Hebe, onde pude conhecer a atual mulher do Fábio Jr., nem a novela das 8, que eu nunca tinha visto, e por aí vai. Só não consigo assistir, nem em caso extremo de tédio ao BBB, já que ao invés de me distrair, me irrita profundamente.
E sinto por ter perdido a oportunidade de conhecer a novela Caminhos do Coração (é isso mesmo?), que, só de ouvir o relato da minha irmã, com direito a encenações, já me fez rir muito e ficar ultra curiosa. Preciso ver o André de Biasi com 100 kg e p-r-e-c-i-s-o ver as atuações trash-mutantes dos atores!

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

MEU PEQUENO PARAÍSO

Vou pra pelo menos uma vez por ano, já fazem 16 anos. Talvez tenha falhado um, mas, anyway, é um lugar que tenho que voltar sempre. E toda a vez que estou lá, a sensação que tenho ao cair da tarde, olhando para a mesma paisagem, do mesmo cômoro de areia, parece se fortalecer a cada ano. E quando me despeço, ali, no mesmo lugarzinho na areia, por mais que tente, não consigo evitar encher os olhos de lágrimas. Bom é que quando volto, tá tudo ali no seu devido lugar. Essa semana, num desses momentos de contemplação, decidi que quando morrer, quero que minhas cinzas sejam jogadas lá, de preferência num fim de tarde.

sábado, 12 de janeiro de 2008

FELICIDADE É...

...passar os próximos sete dias num dos lugares que mais se ama.
Até a volta!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

VÓ ANITA

Não é todo mundo que tem o privilégio de ter a casa da única e querida avó bem pertinho do trabalho. E ainda por cima bem no caminho entre o trabalho e o cliente que se precisa ir, às vezes.
E quando a reunião termina ali pelas 16h30, hora em que bate uma fominha, então, melhor ainda. Porque em casa de vó sempre tem um lanchinho. De vó italiana então, nem se fala. E o interessante é que não é nada demais, mas é especial. Uma torrada de queijo da vó Anita não tem o mesmo gosto da torrada de queijo da minha casa. É muito melhor. Nunca esqueço dos pratos fundos cheios de polenta boiando no leite, que eu comia quando pequena na casa dela. Hoje, isso só não me apetece como quase me causa náuseas, mas na época eu gostava. Ainda bem que eu não tenho tendência a engordar, caso contrário, esse hábito do passado me condenaria pra sempre a usar tamanho GG.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

TEMPO QUENTE

Em Porto Alegre tem ocorrido ataques de abelhas. Já foram três ou quatro. Um cavalo e dois cachorros morreram e pessoas passaram muito mal. Um horror! Agora há pouco, vindo para o trabalho, passei por uma equipe com máscaras de proteção e modelito a la Epidemia, aquele filme sobre o vírus Ebola (eu acho), que me impressionou. Nem sei se o caso era de abelhas, mas imagino que sim. É por essas e outras que odeio o verão porto-alegrense. Como se não bastasse o forno que a cidade fica, a conta de luz que vai às alturas, o consumo de gasolina que dobra, minha pressão que baixa, a cabeça que dói, agora convivemos com o medo de sermos picados por insetos africanos furiosos.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

INTER DE PORTO ALEGRE

Como é bom ser colorada!

domingo, 6 de janeiro de 2008

REWIND-FORWARD

Em 2007:
não entrei no mar no primeiro dia do ano
voltei a ser assalariada
deixei o cabelo crescer
comprei maquiagem
iniciei terapia
criei este blog
retomei amizades
comemorei meu aniversário
fiz novos amigos
dormi pouco
li muitos livros
esperei demais

Em 2008 pretendo:
viajar mais
chorar menos
trocar de carro
assistir a pelo menos um show de alguém que eu goste muito
poupar dinheiro
ir mais ao cinema
arrumar minha casa
me tatuar
jogar volei
me alimentar melhor
ter flores em casa
dormir melhor
e muito mais, mas que não devo escrever aqui

Ou não fazer nada disso, caso aconteça algo inesperado e que me faça mudar de planos. E de vida. Bem lá no fundo, acho que é isso que minha alma inquieta gostaria.

Pelo menos o banho de mar no dia 01/01 eu já garanti.

sábado, 5 de janeiro de 2008

FLASHBACK

The black, the white, the yellow and the brown
(and don´t forget the redman)

É o nome de um CD que gosto muito, pra não dizer que é um dos melhores do mundo e me chamarem de exagerada.
Tenho desde 1992. Ficou esquecido no armário por uns 10 anos e desde a semana passada, não consigo parar de ouvir.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

BACHELORS

Acredito que tudo nessa vida é uma questão de hábito. E de sensações novas. Exemplo: vida de solteiro e situações cotidianas, do tipo: o que jantar hoje? Só em casa, sem habilidades culinárias muito além de um bolo de chocolate, com todo tempo do mundo (coisa rara!), sem tarefas maternas para daqui um minuto, nem para os 1200 seguintes. Tudo muito estranho. E novo. E muito bom.
E, tirando a parte em que a omelete* de champignon tornou-se um ovo mexido, tudo certo.
Ao menos a cerveja estava bem gelada.

* existe comida mais de solteiro do que omelete?

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

PÉROLAS DA VIRADA

"Vamos fazer de 2008 um ano ímpar."
"Puxa, tua filha já fala!"
"Cuidado com objetos frágeis, como cachorros e outros animais."
"Goiabinha! Que surpresa agradável!"
"O arco-íris vai conosco até Floripa?"
"Eu sou assim Marisa porque minha mãe é Marisa."
"Ela lava louças com um cigarro na boca."
"We're in a closet. Please, call me Robert."
"Isso é pensamento. E isso é fato."